Páginas

17 de abril de 2011

Aurélio - Rottweiller resgatado com a ajuda da polícia.

Amigos,

Mais uma vez, estamos aqui pedindo a ajuda de todos, para um caso de maus tratos.
Hoje apresentamos a todos o Aurélio, um cão da raça Rotweiller, que fora submetido a todo tipo de degradação e covardia.

Aurélio ficou confinado em um terreno baldio durante três meses, no periodo anterior, só era tratado de 15 em 15 dias pelo dono da propriedade.
Um cão de porte grande, em um terreno murado, sem a menor chance de escapar, sem água, sem comida, num local insalubre (lotado de fezes, caco de vidro, lixo, etc.) não tem a menor chance de sobreviver….
Aurélio agora tem um nome, irá se recuperar e conseguiremos finalmente encaminhá-lo para uma família que lhe dê uma vida digna e feliz.




Aurélio, que antes era apenas Negão – apelido que ganhara dos poucos amigos humanos que se importaram com sua vida, fazendo um buraco improvisado no muro desse terreno para alimentá-lo.
Aurélio, que por pouco escapou de uma morte lenta e muito sofrida, agora é um ser vivo importante e muito querido por todos nós.

Abaixo um resumo da história do nosso Aurélio Querido:

Durante as duas ultimas semanas, temos recebido pedidos de ajuda para um cão da raça Rotweiller, que estaria abandonado em um terreno baldio em Correas – Petrópolis.

Tentamos aconselhar os denunciantes a procurarem as ONGs locais, mas nenhuma delas se prontificou a ajudá-lo.

Decidimos comprar a briga e na terça feira (dia 12 de abril) eu e Adriana partimos para o Bairro Castelo São Manoel em Correas.

Encontramos a casa com facilidade, bastava perguntar aos moradores sobre o Rotweiller abandonado que todos nos apontavam o local revoltados com a situação do cãozinho.

Quando chegamos à casa, encontramos Dona Tereza, a vizinha desse terreno que alimenta Aurélio a três meses.

A Sra Tereza nos informou que o responsável por Aurélio havia sumido desde as enchentes da Região Serrana.

Aurélio era alimentado por algumas pessoas através de um buraco no muro – improvisado pelos vizinhos.

Fomos informadas de que chegou a desmaiar por estar subnutrido e que graças a bondade e a coragem de Romário (um menino de 14 anos) que pulou o muro com um pouco de comida, Aurélio acordou e começou a se recuperar.
O relato emocionado de Romário de que encontrara Aurélio desmaiado e que tentou acordá-lo colocando comida em sua boca, nos emocionou, quando nos disse que Deus permitiu que ele voltasse a viver com a pouca comida que lhe oferecera…

Na verdade Aurélio ficou hipoglicêmico, o que causou o desmaio e com a ajuda de Romário, nosso novo resgatado recuperou os sentidos.
Aurélio hoje não está mais tão subnutrido, mas as marcas de todo o sofrimento que passou são visíveis, como as cicatrizes nos membros posteriores, típicas de um cão que (como dizem as pessoas da vizinhança era conhecido como: Puro Osso), falhas no pelo, sarna, carrapatos e pulgas, verminose severa, etc.



Com a ajuda da Polícia Civil (105DP) e do amigo Fabiano Jacob, partimos com uma viatura e um perito hoje durante a tarde, para o local.
Os policiais arrombaram o portão e aguardaram a captura do jovem rotweiller que foi tranquila – em breve publicaremos o vídeo no youtube do G.A.R.R.A. para que os amigos possam compartilhar conosco os momentos emocionantes dessa ação.
Aurélio foi levado para uma Clinica na Ilha do Governador, onde foi submetido a consulta e ficará em observação para que sejam feitos os exames e laudos que serão anexados ao processo que correrá pelo Ministério Público, acompanharemos pessoalmente e daremos notícias em breve sobre a pena do cidadão que cometeu esse crime covarde.



No momento tudo que precisamos para dar ao Aurélio um recomeço digno é da ajuda dos nossos amigos.

Os gastos iniciais com o Aurélio deverão ficar em torno de R$ 750,00 (incluindo consulta, banho, exames, vermifugação, castração e hospedagem que custará R$ 40,00 a diária)
Precisamos de ajuda para darmos continuidade ao tratamento de Aurélio.

Apesar de todo o sofrimento que relato nesse texto, Aurélio ainda é um cão jovem que tem no máximo dois anos de idade, é muito dócil, resgatá-lo foi muito fácil.
Foi divertido assistir aos agentes (armados até os dentes) se afastarem correndo quando Aurélio colocou o focinho para fora do portão, todos nos olhavam assustados, como se perguntassem como havíamos conseguido aquela façanha?




Voltando ao apelo…

Precisamos, mais do que nunca da ajuda de todos e temos certeza que poderemos contar com os nossos amigos, que assim como nós não olham para o Aurélio com os olhos do preconceito e sim com os olhos do coração….
Todos nós sabemos que muitas pessoas não gostam de Rotweillers, por falta de informação, preconceito ou até mesmo ignorância…
Mas sabemos também que temos amigos maravilhosos, com um coração tão bom, que sentirão, assim como nós, as lagrimas caírem dos olhos por alegria, pela emoção de compartilharem conosco a alegria de mais uma vida que foi salva, de um ser que antes vivia a própria sorte em um terreno baldio e agora terá um futuro digno e feliz.


Disponibilizamos abaixo nossas contas, para que os amigos possam nos ajudar:

Banco do Brasil
Agência: 4059-2
Conta Corrente: 14994-2
Adriana de Oliveira Neves

Banco Itaú 341
Agência: 0598
Conta Corrente: 47041-7
Renata da Silva Prieto

Não deixe de ler o relato do amigo Fabiano Jacob, no blog Atitude Animal: http://www.fabianojacob.com.br/2011/04/resgate-emocionante-do-aurelio/