Páginas

31 de julho de 2013

Um dia feliz com Clarissa! Alguns esclarecimentos importantes.

Clarissa aproveita o dia de sol com o nosso pedreiro Maurício, que também adora animais!

Amigos,

Estamos muito felizes com o início das obras de manutenção dos nossos canis e com a construção de dois canis novos para os Garrinhos.
Com isso teremos mais conforto e o mais importante: muito mais segurança para os nossos peludinhos.

Estamos a todo vapor com a nossa obra, a fundação para os novos canis ficará pronta ainda hoje e as janelinhas dos canis antigos serão reformadas amanhã, no lugar das telas, que não eram tão seguras, colocaremos tijolos vazados, para que os canis continuem com uma boa ventilação, mas sem colocar em risco a integridade física dos nossos amiguinhos.
Clarissa hoje se divertiu, roubou ferramentas, brincou com o nosso pedreiro Maurício, que é apaixonado por animais e "inspecionou" toda a obra!

Quem diria que a nossa menina linda se tornaria tão feliz, após tanto sofrimento?

Esclarecimento importante:
Ainda em tempo, gostaríamos de prestar aqui alguns esclarecimentos, de boatos maldosos que temos visto pela internet e por outros grupos, acreditávamos que todos fossemos colegas, mas a rivalidade de alguns realmente nos decepciona MUITO.

O G.A.R.R.A. foi o primeiro Grupo a tentar contato com a SEPDA afim de legalizar nossa situação... nosso objetivo nunca foi viver na ilegalidade.
Muitos protetores, muitos colegas da proteção, nos procuraram na época, dizendo que não seríamos recebidos pelo pessoal da SEPDA.

Ainda assim, antes de sair por aí criticando, decidimos tentar, somos trabalhadores comuns, cidadãos que cumprem com suas obrigações e temos sim o dever de ao menos tentar um contato com uma Secretaria da Prefeitura antes de sairmos por aí falando coisas que não teriam nenhum fundamento.

A verdade é que fomos até a SEPDA, entramos em contato, solicitamos uma reunião e fomos MUITO bem recebidos por todos, inclusive pelo Secretário Sr. Cláudio Cavalcanti, que estava nos aguardando para que pudéssemos legalizar a nossa situação dentro da SEPDA.

A reunião foi muito proveitosa e esclarecedora, fizemos todos os cadastros e conseguimos a liberação para que a Campanha do Parque dos Patins possa continuar acontecendo. Durante a campanha recebemos o pessoal da SEPDA, trocamos idéias, conversamos, mostramos pessoalmente como funciona a nossa Campanha, como são sérios os nossos critérios de adoção.

O que nos causou muita tristeza, foi saber que algumas pessoas maliciosas, tem espalhado por aí, que o G.A.R.R.A. "comprou" a SEPDA... Os que não dizem que compramos, falam que nos vendemos...

Sinceramente, eu pessoalmente ainda não sei se me entristeço ou se dou muitas risadas de comentários como esses...

Como nós, que vivemos afogados em dívidas, temos muitas vezes os nossos nomes incluídos em Serasa e SPC ao assumirmos dividas em nome dos nossos resgatados?
Como nós, que vivemos apertados financeiramente, teríamos dinheiro ou condições de comprar uma secretaria inteirinha?

A grande verdade é que o G.A.R.R.A. talvez tenha sido, até o momento o único grupo que atendeu as exigências feitas pela SEPDA e essas exigências tem todo o apoio e respaldo da SEPDA.

E talvez o G.A.R.R.A. seja realmente um dos poucos Grupos que atendem a essas exigências, já que a qualidade de vida dos nossos resgatados é a nossa maior prioridade.

Ontem realizamos a castração de nove animais que irão participar da próxima Campanha de adoção, no dia 10 de agosto, no Parque dos Patins, na Lagoa, essas castrações foram realizadas na Fazenda Modelo, onde fomos muito bem atendidos. Todos os Garrinhos que foram castrados passam MUITO bem e isso representou uma economia de pelo menos mil reais nas despesas fixas do G.A.R.R.A.

Também abrimos as portas dos nossos lares temporários para que qualquer funcionário ou fiscal da SEPDA possa ir nos visitar, assim como sempre abrimos nossas portas para os nossos amigos visitarem também.

Não devemos nada pra ninguém, não temos rabo preso com ninguém, por esse motivo, podemos sim dizer que vivemos em total transparência e graças a essa honestidade, graças a essa boa conduta, a uma postura correta e coerente, graças a prioridade que damos ao bem estar dos nossos resgatados, conseguimos a liberação daquele espaço - o Parque dos Patins, para que ali, continuemos realizando muitas e muitas adoções.

A SEPDA continua ali, aberta e pronta para receber todos os protetores, e acredito que MUITOS dos nossos amigos, irão até lá se legalizar, assim como nós fizemos, qualquer grupo sério poderá fazê-lo também.

Sem interesses políticos, sem interesses pessoais e principalmente sem se importar com os comentários maldosos, de pessoas mal intencionadas...
Esse tipo de atitude no final de tudo, só prejudica aos animais.

Lamentamos MUITO pelas pessoas maldosas, mas não podemos nos esquecer da importância do nosso trabalho, da quantidade de vidas que salvamos com o G.A.R.R.A. e da importância que o cadastro de todos os protetores e campanhas terão no futuro.

Afinal de contas, se estamos aqui, lutando por Leis mais severas contra os crimes de maus tratos a melhor coisa que temos a fazer é um bom relacionamento com a SEPDA, onde poderemos no futuro ter o apoio jurídico e legal nos casos de crimes de maus tratos a animais. E se eles estão dispostos a nos escutar, porque não tentar?

O meu conselho é que deixemos as diferenças de lado, lutemos juntos pelo nosso ideal:  o bem estar dos animais.

E fica aqui a dica: que tal esses amigos, que se "mobilizam" tanto pela causa, que batem no peito falando tantas coisas pela internet, irem até a Fazenda Modelo e adotar pelo menos um dos milhares de cães, gatos e cavalos que estão lá...

Juaquim é um gato jovem, castrado e vacinado, ele só precisa de uma família, ele está na Fazenda modelo a sua espera!

Afinal de contas, eles também querem muito uma família só para eles, quantos amigos que irão ler essa mensagem já visitaram a Fazenda Modelo? Quantos aqui já estiveram lá para adotar ou fazer um carinho em pelo menos um dos bichinhos que estão lá, esperando por alguém que faça a diferença em suas vidinhas?
Prefiro não acreditar, que eles estejam sendo descriminados, só porque são animais sob a tutela da SEPDA, eles também sentem frio, dor, fome, medo e muita necessidade de amor e carinho...

Jurandir, temos certeza que esse menino seria muito feliz em ter alguém para compartilhar todos os momentos, bons e ruins! Porque ninguém o adota?


Volto a dizer, não estou defendendo absolutamente ninguém, mas acredito que para expor uma opinião, é preciso ter conhecimento e só então tirar sua própria conclusão.

Renata Prieto - Equipe G.A.R.R.A.