Páginas

9 de abril de 2014

Ajudar... é preciso ajudar sempre!


Salomão,

nosso Garrinho perdeu hoje a irmãzinha Salomita, que "dormiu" enquanto era amamentada por Mafalda e não acordou mais...

Hoje, enquanto Salomão era alimentado, Cris usava uma camiseta já antiga, que ganhei de presente de uma amiga querida, que admiro muito, a Isabel presidente da SUIPA.

Muitas pessoas falam mal da SUIPA, assim como muitas falam do G.A.R.R.A. e de tantos outros grupos ou ONGs, que habitam o planeta dos que são simplesmente loucos por animais...

Hoje, quando fotografei Salomão e percebi que a camiseta que estava por trás de seu corpinho, era justamente a camiseta que eu guardo com tanto carinho a mais de nove anos, talvez uns dez anos e me lembro, como se fosse hoje o dia em que a ganhei de presente... sim, um Garrinho acolhido numa camiseta da SUIPA...

E isso me fez refletir, voltar no tempo...

Quando eu nem imaginava que no mundo existia protetores dos animais, afinal de contas, nasci dormindo com meus cães (irmãos) na minha cama, eles sempre fizeram parte da minha família e jamais precisariam ser protegidos!

Até que um dia a minha ilusão de um mundo perfeito se transformou numa realidade dura e cruel, quando um e-mail, sim um simples e-mail mudou para sempre toda a minha vida!

Ana Paula e Mirella, de Niterói, pediam ajuda para um cão da raça Rotweiller, ele iria ser sacrificado, dentro de um CCZ. Eu não conseguia mais dormir, não conseguia fazer nada direito, apenas pensar naquele cão... Até que convenci meu tio a adotá-lo!

Odim, o primeiro de uma lista de dois mil e tantos resgatados... rotweiller macho, adulto, pesando apenas 16 quilos, faleceu oito anos depois, pesando "apenas" 72 quilos, com um câncer muito agressivo...

Mas voltando à "camisa", hoje, anos e anos depois, me vejo sentada, cuidando do pequeno e tão frágil Salomão, preocupada com sua mãezinha Salomé, que luta por sua sobrevivência na Animália... e penso.. 

Será que o que importa é apenas uma "camisa"? 
Uma marca, como se fosse um time de futebol?


Não!

A resposta é: Definitivamente não!

O que importa é o fim do sofrimento dos animais, o que importa é que cada um de nós, pode e deve fazer a diferença!

Eu tinha uma vida comum, tocava guitarra, tinha um emprego legal, noitadas com amigos, família e tudo mais...

Minha vida não mudou muita coisa... 

É claro que com o tempo vem a idade, e com isso as necessidades também mudam...

Troca-se uma noitada por uma noite em claro alimentando um Salomãozinho, com o coração apertado por medo de perdê-lo, mas com uma vontade imensa de assistir mais uma vitória!

Noitadas, jantares caríssimos, carros importados, roupas de marca, tudo isso é maravilhoso... mas só vale mesmo a pena, quando se tem o coração tranquilo!

Acreditem amigos, a única coisa que cada um de nós podemos fazer para tranquilizar os nossos corações é: FAZER O BEM!

Não importa se para um cão ou uma criança, não importa se pelo G.A.R.R.A. ou pela SUIPA...

O que importa é que você faça alguma coisa para o bem do próximo!

Fazer simplesmente por fazer, sem interesses, sem desejar alcançar o "Paraíso"... Eu particularmente costumo dizer que as pessoas mais bondosas que eu conheço sequer acreditam em Deus! Fazem o Bem por fazer!

Não é o nosso caso... Nós acreditamos sim em Milagres de Deus!

Eu agradeço muito a Bebel da Suipa, por ter me mostrado tudo que me mostrou, por ter me ajudado a abrir os olhos, por ter me ensinado a laçar um cão assustado com uma corda, por ter me mostrado como pessoas aparentemente "normais" e "bondosas" chegam na porta de um abrigo e largam seus melhores amigos sem sequer olhar para trás...


Hoje, logo após o falecimento da nossa pequenina Salomita, enquanto a Alexia chorava, eu dizia, olhe ao seu redor Alexia e apontava os nove filhotes da Mafalda, todos lindos, todos saudáveis, todos sobreviventes!!! E completei: se não fosse por você, se não fosse por mim, se não fosse por cada pessoa que faz o G.A.R.R.A. ser tudo que ele é, esses pequeninos jamais teriam sobrevivido!

Olhando a foto, onde a camiseta diz: "-Até na terceira idade - eu preciso do seu amor" e olhando para o nosso pequeno Salomão, lutando pela vida... fica impossível não sentir uma emoção diferente e de repente fazer a promessa de no futuro, daqui a 15 anos, fazer uma camiseta igualzinha com a foto desse menino, já idoso, um verdadeiro Guerreiro... 

Fica sim a sensação de que nós, que fazemos o G.A.R.R.A. acontecer, tenhamos sabedoria para escolher cada família adotiva que vier nos procurar...
Que a próxima Campanha de adoção, seja sim, mais um sucesso, mas não apenas um sucesso em números e sim um sucesso de finais felizes alimentados por muito amor.

Nos encontramos lá!

E mesmo que você não possa ou não queira ir na Campanha de Adoção do G.A.R.R.A... procure uma! 
SUIPA, SOZED, SOS Vida Animal, Patas e Patas, Toca do Bicho, Focinhos de Luz... seja quem for, abra o seu coração! Todos nós precisamos SEMPRE da sua ajuda!
Ajude, participe, colabore, faça qualquer coisa que sirva de exemplo para que muitas outras pessoas possam também fazer o bem!