Páginas

30 de junho de 2014

Resgatamos mais uma égua em estado lastimável, sofrendo maus tratos.



Amigos

Hoje conseguimos levar capim fresco para a nossa nova Garrona!
Ainda não escolhemos um nome para ela, portanto sugestões serão muito bem vindas!


Conseguimos buscar o Sr Eurico, que trabalha no haras sonhador, para tirar a ferradura que estava incomodando muito a nossa menina. O estado do casco da pata dianteira é muito preocupante, como vocês podem ver nas fotos.

A ferida no peito ja está começando a ficar cicatrizada e hoje ela está bem mais animada, comendo a ração adequada, feno e capim.

Também levamos cenoura e maçã - ela simplesmente adorou!



Estamos aguardando a confirmação da visita da Dra Renata que irá atendê-la e coletar sangue.

Graças a Deus, nossa nova Garrona está começando a nos mostrar que tem muita GARRA e as nossas esperanças de vê-la linda, forte e feliz num futuro próximo aumentam a cada dia!

Colaborem com o G.A.R.R.A. sem a ajuda dos nossos amigos, não poderíamos salvar a vida de tantos animais!

----------------------------------------------------------------

Resumo do dia 28 de Junho do resgate :



Estamos resgatando essa égua...
Ela está muito debilitada, foi usada e escravizada até a total exaustão. Uma pessoa maravilhosa a escondeu em seu quintal, para que o pior não acontecesse... Ja compramos ração, feno e providenciamos o curativo nos ferimentos e remédio para carrapatos (ela estava infestada). Ja combinamos a consulta veterinária para que ela possa ser tratada adequadamente. Assim que os exames ficarem prontos, providenciaremos a ida dessa menina para o haras onde estão hospedadas Arianna e Paulinha

-----------------------

Resumo da história dessa pobre égua, que foi tão sacrificada, escravizada por um carroceiro criminoso.

A égua foi encontrada caída, durante o ultimo temporal na praia da Brisa, uma amiga nossa, a Bia, conseguiu, com a ajuda do marido, levá-la para seu quintal, onde a escondeu... 
Foi alimentada com ração de cachorro e milho durante os ultimos dois dias.

Está subnutrida, com uma pata muito contundida e uma ferida no peito (por conta das correias da carroça) que dá vontade de chorar... por conta da alimentação errada está com diarréia. 
Providenciamos ração para cavalos, Feno (pois onde ela está não tem pasto), entramos em contato com a Dra Renata (veterinária de grandes portes) 
E iremos tentar o atendimento dela ainda amanhã. 
Após a realização dos exames todos, iremos transportá-la para o haras onde estão Arianna e Paulinha. Também iremos providenciar o registro de ocorrência de maus tratos, na Delegacia especial de proteção ao meio ambiente, pois sabemos que esses carroceiros, ao verem os animais recuperados e bonitos, fazem de tudo para recuperá-los para que eles voltem a trabalhar, com esse registro, além de nos firmarmos na Lei, garantiremos a guarda dessa menina tão sofrida. 
Seu estado é tão lastimável, que ela permanecia deitada o tempo todo, até mesmo os cães da casa se aproximavam e a lambiam no rosto. 
Nunca em toda a minha vida estive diante de um cavalo que não se levantava e permitia toda a manipulação. Se Deus quiser, conseguiremos salvar essa égua e poderemos compartilhar muitos momentos felizes da nossa nova Garrona. 
Toda ajuda será MUITO bem vinda, não fazemos ideia das despesas que estão por vir, mas podemos garantir, que essa menina, a partir de hoje, terá uma vida digna, com tudo que há de melhor.