31 de março de 2011

Vovô de Nova Iguaçu resgatado!



Amigos, Hoje trazemos a todos uma boa notícia. Finalmente conseguimos resgatar o vovô abandonado de Nova Iguaçu.
Balboa, esse é o nome!
Um labrador idoso, que provavelmente já proporcionou todo amor incondicional e lealdade a um humano…



Balboa, quando mais precisou de amor, carinho e cuidados recebeu em troca o abandono, um gesto cruel e covarde que poderia ter lhe arrancado a vida de uma forma lenta e dolorosa.
Balboa agora está em segurança, precisará de muitos cuidados, cirurgia e exames.
Temos uma longa jornada com o nosso menino. Toda ajuda é MUITO bem vinda, Balboa está internado no Cittá Vet e pode receber a visita dos amigos!
Colabore com o trabalho do G.A.R.R.A.
Leiam abaixo o relato da nossa voluntária Maria Paula:




——-Mensagem original——-
De: Maria Paula Bulhões Data: 27/3/2011 15:03:17

Para: ‘Renata Prieto – Equipe GARRA’ Assunto: balboa
Depois de inúmeras tentativas de conseguir um táxi-dog para buscar nosso Balboa em Cabuçu, em Nova Iguaçu, nossa nova aliada Renata Perrone e eu, Maria Paula, saímos às 5 da manhã desta 6ª feira de posse de um mapa para chegar numa rua que já nem asfalto tinha. A denúncia era de que Balboa, chamado originalmente de Silvester, havia sido abandonado por seu dono e depois atropelado. Ele estava na calçada na porta de uma senhora muito humilde, mas que o estava alimentando com alguma ração, pão e leite. Alguns vizinhos fizeram uma vaquinha e compraram algum medicamento para tentar aliviar a dor do nosso meninão. Mas, por causa, da localização e dos parcos recursos, ele pouco podiam fazer por aquele grande amigo que havia sido tão cruelmente tratado por tantos.

Chegamos lá, os vizinhos nos esperando e Balboa com medo de estranhos e do que estes estranhos poderiam fazer com ele. Onde havia parado a fé deste menino? Ele estava com muita dor e precisamos colocar uma focinheira para que um dos vizinhos, um homem forte, pudesse nos ajudar e a colocá-lo no carro. Ao entrar no carro, ele imediatamente sentiu que estava sendo salvo e se entregou ao cansaço e aos nossos carinhos.

Levamos 3h30mins para chegar ao Cittá Vet. A imagem daquele labrador manso e mal tratado emocionou a todos e a Dra. Alessandra chegou a ficar com os olhos cheios de lágrimas. Foram necessárias várias doses de analgésicos para que ele pudesse ser examinado. Ele tinha uma bicheira enorme debaixo de uma das patas e cheiro de carne sendo comida impregnava os locais por onde passava.


Levamo-no para tirar raios x, onde vimos que ele tem luxações nas duas patas traseiras e, aparentemente, nenhuma fratura. A radiografia estava um pouco comprometida, pois ele sentia muita dor.

De volta à Cittá Vet, ele foi medicado, inclusive para a infestação de carrapatos. Ele agora poderia dormir em paz, sob um teto, com comida de qualidade e todos os cuidados necessários para sua pronta recuperação.

Aqui vai um agradecimento especial aos que prontamente nos acorreram. Alguns pediram anonimato, o que será respeitado neste texto. Mesmo assim, fica nosso obrigada do fundo dos nossos corações.

Maria Paula Bulhões
Equipe G.A.R.R.A.
E-mail: mp@garranimal.com.br
Site: www.garranimal.com.br


4 comentários:

  1. Gostaria de que vcs viesse aqui engenheiro pedreira

    ResponderExcluir
  2. Têm um cachorrinho preto na via Light sentido Pavuna passarela antes do cemitério de mesquita

    ResponderExcluir
  3. Bom dia! Mandei um email com o endereço de um cachorro de rua que está muito ferido, para ser regatado com urgência. Por favor!

    ResponderExcluir